Blog

Conceitos básicos

Lightroom

Negócios

Linguagem

  • Instagram - Cinza Círculo
  • YouTube - círculo cinza
  • Facebook - círculo cinza
  • LinkedIn - círculo cinza
  • Pinterest - círculo cinza
  • Twitter - círculo cinza

Charbel Chaves Fotografia

Fotografia | Estúdio | Eventos | Cursos

Rua Valdemar Bertoldi, 420

Alvorada Parque - Paulínia, SP

+55 (19) 99756-3999

Povo

Fiz fotografias de pessoas,

Fiz fotografias de lugares.

Mas existem pessoas que fazem parte do lugar.

E fiz fotografias dessas pessoas-lugares.

Fotografei o lugar, por elas, pelo o que delas eu aprendi.

Também fiz fotografias de um tempo

Distante, não meu.

Um tempo delas, um tempo que me deram de si.

Tempo tão próprio, que eu não sabia se estava no tempo que chamo agora ou se estava do lado de dentro de uma fotografia antiga.

Sei que fiz fotografias indignas das pessoas que vi.

Não consegui capturar tudo, mas tentei.

Ai câmera leviana! 

Havia sempre uma janela feita de tempo meu, atrapalhando, entre meus olhos e o tempo deles.

Olhei por ela, eu não tinha outra.

É preciso uma câmera melhor, que  perfure, alargue, amplie,

para fotografar a pessoa, o lugar e o tempo.

O mais difícil é a pessoa.

Ela é grande demais.

Ela cheia do seu tempo e do seu lugar.

Sei cada nome, alguns sonhos, lembro de cheiros. 

Eu estava perto o bastante, perto o suficiente para que um pouco do cheiro desse povo ficasse preso em mim.

Pra ouvir cada conto, cada canto e ver a luta.

Perto o bastante pra trazer cada uma no peito.

E agora, longe o bastante pra sentir cada falta.