Blog

Conceitos básicos

Lightroom

Negócios

Linguagem

  • Instagram - Cinza Círculo
  • YouTube - círculo cinza
  • Facebook - círculo cinza
  • LinkedIn - círculo cinza
  • Pinterest - círculo cinza
  • Twitter - círculo cinza

Charbel Chaves Fotografia

Fotografia | Estúdio | Eventos | Cursos

Rua Valdemar Bertoldi, 420

Alvorada Parque - Paulínia, SP

+55 (19) 99756-3999

Tudo é problema


Como em qualquer área da vida, administrar um negócio na fotografia é um desafio diário. Temos sempre questões inquietantes a lidar. Marketing, finanças, agenda, relacionamentos com clientes, fornecedores, concorrentes...

Da hora que nascemos ao nosso último suspiro, TUDO o que fazemos pode ser resumido em resolver problemas. Duvida?


  • Respiramos, porque sem o ar, morremos

  • Trabalhamos, porque precisamos de dinheiro para quase tudo.

  • Dormimos e comemos, para repor energias.

  • Nos relacionamentos, porque somos incompletos emocionalmente.

  • Piscamos, para não secar os olhos.

  • Pensamos, porque não temos como desligar o cérebro.

  • Tomamos remédios, porque nosso corpo se degrada dia-a-dia.

  • Anotamos as coisas, porque nossa mente não vai reter tudo.

  • Lemos e aprendemos, porque não sabemos.

  • Fazemos projetos, porque temos que ter propósitos na vida.

  • Precisamos de lazer para manter nossa mente saudável


Tudo o que fazemos é “resolver problemas” de certa forma. Então é bom ser bom nisso. Do contrário nossa vida será um grande e complexo problema chato e insolúvel. Mas ela pode ser um grande e complexo problema entusiasmante!

Veja as características de boas soluções de problemas:

1) Simplicidade (o máximo possível)

Comece sempre pelas soluções mais simples. Se as mais simples não atendem adequadamente, vá subindo o nível. Evite buscar as soluções mais modernas apenas porque são modernas. Isso vale para equipamentos, procedimentos, pensamentos, fontes de informação… Busque primeiro o simples. Mesmo que seja antigo.

2) Custo de tempo, dinheiro e energia (o menor possível)

Menos é mais. Eficiência é fazer o máximo com o mínimo possível, mas o mínimo não significa ser pouco, é apenas o mínimo necessário. Enxugue os gastos, sempre. No tempo de fartura ou em situações financeiramente restritas.

3) Especialização (somente a necessária)

Adequado é suficiente. Algumas soluções são muito específicas, e não teremos como fugir disso. Outras são pouco específicas, use-as sem moderação.

4) Pense como um fotógrafo

Use o modo visual que estamos acostumados no nosso trabalho de fotógrafos como um modo de pensamento:

  • Analise no macro (visão geral) e no micro (visão específica)

  • Mude o ponto de vista (dentro/fora, esquerdo/direito, por dentro/por fora, sobre/sub)

  • Aproxime-se e afaste-se

  • Foque em 1 coisa por vez, aplique luz.

  • Tire de cena tudo o que não contribui para a solução


5) Sem protelação mas no ponto certo

Feito é melhor que perfeito, na maioria das vezes. Não realizar algo necessário é uma fábrica de novos problemas. Um problema inicial que poderia ser facilmente resolvido pode se tornar uma enorme problema dentro de alguns dias, se for negligenciado. Mate o problema no ninho. A perfeição não existe. Desista logo dela. Ela é um ponto imaginário além o ponto de realização de uma tarefa. Tão importante quanto planejar é realizar.