Trabalhando em casa



Com a quarentena (bem maior que quarentena) causada pelo COVID19, muitos de nós migramos nosso trabalho, ou parte dele, para o chamado home-office. Dependendo da configuração familiar, os problemas e as vantagens colidiram. Tentando lançar alguma luz sobre esse tema, reuni aqui uma série de ideias que espero que ajudem você a extrair o melhor de uma situação aparentemente temporária, mas que pode trazer mudanças permanentes. Se você quiser colaborar com outros itens que eu não tratei aqui, entre em contato. Será um prazer pra mim.


Disponibilidade do tempo. Ao mesmo tempo que não há o deslocamento para o trabalho e suas complicações, custos e riscos, é possível que haja mais procrastinação. Assim, o real ganho de tempo pode se perder na enrolação. É preciso manter um horário de "expediente" e uma sequencia de afazeres.


  • Mais do que nunca tenha uma agenda (em papel ou digital) organizada.

  • Continue usando o despertador!

  • Mantenha um horário fixo de almoço e aquela paradinha no meio da manhã e da tarde.


Economia de dinheiro. não há os custos de deslocamento, no entanto alimentação, energia elétrica e consumo de água se concentram na sua casa. Se o seu antigo local de trabalho era de sua propriedade, agora tem um imóvel com despesas fixas, mas sem utilidade real. Se você trabalhava em uma empresa e agora trabalha em casa para a mesma empresa, perceba que estes custos de estrutura foram passados para você. Economia para a empresa.


  • Pense em desativar temporariamente o fornecimento de água, luz e internet do seu antigo escritório que agora está parado.

  • Pense em alugá-lo, se você perceber que permanecerá trabalhando em casa.

  • No novo modelo, é preciso mesmo ter um carro? Ou, se você tem dois, é possível vender um deles?


Organização do ambiente. Tem gente que realmente não nasceu para trabalhar em casa. O local de trabalho vira uma desordem. Neste ponto eu tenho pra mim um palpite (é só palpite, nada científico) que a nossa estação de trabalho reflete nossa mente e vice-versa. O ambiente organizado ajuda a organizar a mente. E uma mente organizada quer estar em um ambiente organizado.


  • Tenha uma mesa no tamanho necessário para o seu trabalho e que seja fácil de limpar.

  • Posicione-a próxima a um boa fonte de luz natural, mas de maneira que não atrapalhe a visualização da tela do seu computador de trabalho.

  • Tenha boa ventilação no local.

  • Disponha seus livros, equipamentos, acessórios de escritório de forma simples, próxima e ordeira.

  • Reserve um lugar específico e bem à mão para "livros em consulta".


Organização digital. O mundo digital potencializa a ordem e a desordem. Sabe aquela sessão "preferidos" do seu navegador? Então, tire um tempo para organizar isso. Deixe ali todos os sites e aplicativos que você usa com frequência. Não descuide dos backups. Não bagunce sua área de trabalho virtual.


  • Organize seus "preferidos" do navegador.

  • Mantenha suas caixas de email organizadas. Use as pastas de arquivamento. Sincronize com o app do celular. Tente deixar a caixa de entrada sempre zerada. Isso é um bom indicador de que tudo está onde deve estar.

  • Organize o seu celular. Não crie entulho digital baixando um monte de apps que são inúteis pra você. Tenha critérios!

  • Crie alguma forma pessoal de guardar suas senhas! Existem aplicativos que ajudam nisso, como o LastPass.

  • Use um bom serviço de armazenagem em nuvem para guardar seus arquivos.

  • Crie uma sessão "biblioteca" para organizar seus materiais de consulta como PDFs e e-books.

  • Crie uma sessão "coletas" para guardar coisas que você encontra ou recebe digitalmente. Organize isso por temas.

  • Tenha uma pasta de documentos fundamentais bem definida. Documentos pessoais digitalizados, cartão de visita digital, apólices...

  • Tenha uma pasta para "comprovantes de pagamentos". É comum recebermos esses comprovantes por e-mail ou Whatsapp. Faça prints de tela e arquive de forma simples e rápida. Organize por mês.

  • Crie uma rotina de backups. Se você é fotógrafo como eu, leia isso.


Janela digital. Com o home-office surge a necessidade de se realizar reuniões ou apresentações on-line. E muito provavelmente sua casa não foi feita com a intenção de ser um estúdio de vídeo. É preciso evitar perda de privacidade e até gafes adaptando um canto da casa para estar on-line em vídeo. Outra questão é que talvez você tenha descoberto que pode se tornar um produtor de conteúdo em vídeo (mas realmente isso não é pra todos).


  • Posicione sua câmera de maneira a mostrar um fundo adequado atrás de você. Evite portas de quartos e banheiros ao fundo, ou mesmo locais onde outras pessoas da família podem passar. Pense em algum tipo de decoração simples que deixe a cena agradável.

  • Pense na luz natural, ou mesmo em uma fonte de luz artificial. Não exagere na tralha. Existem ótimas opções compactas e suficientes.

  • Pense no som. Ambientes menores tem menos reverberação e produzirão um som mais nítido. Usar um microfone de lapela é uma ótima idéia. E estar em um local distante de trânsito e latidos dos cães também fará diferença.

  • Minha sugestão é que seu kit de produção de vídeos, ou seja, câmera, luz e microfone, seja compacto e esteja permanentemente montado na sua estação de trabalho. Montar e desmontar esses itens pode ser irritante.

  • Muito cuidado para não deixar sua câmera on-line sem querer! Acostume-se, por precaução a colar um post-it nela quando não estiver sendo usada.

  • Cuide bem da sua aparência e do ambiente que está sendo filmado. Reuniões virtuais são uma janela do seu "cafofo" que você abre para outras pessoas.


Mundo analógico. Muitas coisas criativas acontecem fora da tela do computador. Lembre-se sempre disso. Se você é cinestésico (pessoa que aprende fazendo) como eu vai precisar de um espaço analógico. Um lugar de rabiscos, colagens, lápis coloridos, talvez tintas e pinceis.


  • Se for possível, tenha uma mesa lateral para seus "surtos" de rabiscos e post-its.

  • Mantenha seus materiais "analógicos" organizados em caneteiros, caixas e potes.

  • Cuidado com sujeita líquida próxima a equipamentos eletrônicos.

  • Use a câmera do celular para registrar seus "painéis de idéias".

  • Um quadro branco ou pequeno tampo de vidro pendurado na parede pode ser muito útil para rabiscos.


Cuidados com o corpo. É comum que os limites dos tempos de trabalho fiquem menos nítidos. Como estamos em casa não sentimos o início e o fim do expediente e passamos a esticar o ócio ou o vício em trabalho, dependendo da personalidade de cada um. Muitas horas sentado em uma cadeira de escritório vão sim trazer problemas nas articulações, falta de alongamento e postura incorreta.


  • Tenha uns minutinhos de alongamento rápido. Levante-se da cadeira pelo menos 5 minutos a cada hora.

  • Considere uma caminhada ou corrida leve no fim da tarde ou início da manhã.

  • Se você tem um cão, use-o como desculpa para você mesmo e saia para caminhar todo dia com ele.

  • Considere investir em uma boa cadeira de escritório. Escolha uma que não tenha rangidos que atrapalhem possíveis reuniões on-line.


Alimentação. É preciso adequar-se ao ambiente, à vezes impondo-se algumas restrições. Eu tenho a tendência de atacar a geladeira com frequência e pra piorar, beber pouca água. Outros vão aumentar muito o consumo de café, álcool ou doces. O horário do almoço pode ficar


  • Observe seus impulsos com atenção

  • Crie o hábito de beber água. Sabe aquela garrafinha da academia? Use-a na sua estação de trabalho.

  • Especial cuidado com o álcool. Seja exigente com isso. Não deixe o vinho ou a cerveja tomarem o lugar do chá só por que você está em casa.


Distrações. Dependendo da presença e idade dos filhos, eles não vão entender muito bem que o papai e a mamãe estão trabalhando. As redes sociais, talvez ainda mais intensamente, estarão presentes. As tarefas de manutenção da casa também serão uma pressão extra. O seu ambiente de trabalho agora tem sons, imagens e cheiros de casa.


  • Procure montar seu canto de trabalho em um cômodo fechado, se for possível, para que possa haver um certo isolamento e controle maior das condições do ambiente.

  • Converse com as crianças sobre "trabalhar em casa". É preciso criar nelas também essa nova cultura. Isso vai dar trabalho!

  • Mais do que nunca, discipline-se sobre o uso das redes sociais.


Produtividade. Se o seu trabalho é mais intelectual ou mais baseado em computador e rede, não há motivo para não traçar metas, cronogramas, listas de tarefas e checar resultados. Existem uma infinidade de ferramentas muito úteis e gratuitas para manter a sua produtividade e organização. Se você é fotógrafo, leia isso.


  • Trace planos e divida-os em metas. Subdivida cada meta em ações e, se necessário subdivida cada ação e atividades agendáveis.

  • Encontre indicadores para acompanhar o andamento das ações. Faça um cronograma da semana, do mês e/ou do ano.

  • Anote! Registre seus passos para ter um senso de progresso. No fim de cada dia observe o que foi cumprido e anote o que está pendente.

  • Selecione poucos e bons aplicativos que possam fazer parte da sua rotina.


Maus hábitos. Algumas pessoas podem desenvolver ou intensificar comportamentos inadequados e prejudiciais a si. É importante aprender a ouvir quem vive com você. Os vícios tem um processo de crescimento lento e gradual. Procure ajuda o mais rápido possível, se detectar ou se for alertado sobre um.


  • Dê ouvidos a quem vive com você.

  • Procure ajuda profissional o mais rápido possível. Todo vício tem um ponto de não-retorno, mas quando detectado no início é sempre tratável.

  • Especial cuidado para: uso de álcool, drogas, jogos on-line, redes sociais, pornografia e transtornos alimentares.

  • Cuidado com o excesso de organização. Isso também pode ser tornar um vício!


Bons hábitos. Você vai passar muito tempo (talvez todo o tempo) na sua casa. Então seria muito bom que você goste disso e que se sinta bem lá. Talvez você nunca tenha dado muita importância a alguns detalhes que façam dela um lugar mais agradável. Pode parecer estranho para muita gente. Mas aprenda a cuidar do ambiente doméstico e acima de tudo aprenda a gostar de cuidar.


  • Tenha um dia de limpeza

  • Tenha o hábito de organizar as coisas, papéis, objetos, todo dia um pouco. Poucos minutos bastam.

  • Pense no ambiente de forma multi-sensorial: o que você vê, os cheiros que você sente, os sons no ambiente e as texturas onde você toca. Trabalhe para que cada sentido seja atingido de forma agradável e simples.

  • A decoração é importante para o conforto visual e para criar um clima agradável.


Psicologia do trabalho. Sua mente precisa crer que você está no trabalho. Ajude-a. Pelo menos durante uns meses construa um ritual de ir para o trabalho, mesmo estando em casa. Depois de uns meses isso vai ficar natural.


  • Faça seu tempo de meditação, banho e café da manhã com prazer.

  • Arrume-se para começar o seu dia. Não é nada ruim vestir-se para o trabalho, mesmo estando em casa! Psicologicamente isso vai ajudar a ligar o "modo trabalho".

  • Comece lendo sua agenda.

  • Tenha uma listinha das principais "pendências a resolver" no dia.

  • Viva cada "compromisso" com intensidade e foco. Preste atenção na sua atenção!

  • No fim do dia, organize sua escrivaninha, deixando tudo pronto para o dia seguinte.


Minha sugestão de leitura complementar para esse assunto:




Enfim, como tudo nesta vida, um cenário de home-office não é nem ruim, nem bom, vai depender de como cada um de nós se adapta a ele. Mas uma coisa é certa, vai exigir sempre mais disciplina e estratégia do que estar naquele ambiente profissional da empresa. Não deixe o aconchego da casa e a flexibilidade do tempo (que são duas coisas boas) virarem seus inimigos.


Se precisar de mais ajuda para este assunto e muitos outros que estão relacionados ao mundo da fotografia como profissão e negócio, acesse esta página.

fotografia de, fotografo de, fotógrafo de, casamentos, eventos sociais, festas, retratos, corporativos, gastronomia, arquitetura, e-commerce, Campinas, Valinhos, Vinhedo, Jundiai, Hortolandia, Sumare, Nova Odessa, Americana  

Escola de, curso de fotografia, aula de, aulas de, mentoria, orientação profissional, empreendedorismo, arte, criativos, criatividade

  • LinkedIn
  • instagram
  • Facebook
  • YouTube
  • Twitter
  • pinterest
  • Flickr
  • SoundCloud
  • medium
  • behance

Charbel Chaves Fotografia

Fotografia | Estúdio | Eventos | Cursos | Marketing

Campinas, SP