Propósito, eficiência e eficácia



Eficiência: fazer mais com o mínimo necessário de recursos. É fazer o que deve ser feito sem desperdiçar insumos (tempo, dinheiro, energia)


Eficácia: atingir o alvo. Chegar ao objetivo. Concluir a tarefa.


Esses dois conceitos são muito importantes. Não acho que um seja mais importante que o outro. Mas todos nós somos mais inclinados a darmos mais atenção a um ou a outro.Existem pessoas que são eficientes (não desperdiçam) mas estão sem alvos. E pessoas que chegam em seus alvos, mas percorrem caminhos mais longos do que é preciso.


Precisamos focar em “chegar lá”, e focar no processo também. Mas, nosso foco deve ser móvel, como se estivéssemos com um olho lá, outro cá. Por que o processo é professor, o processo é admirável, contemplável. Se você souber entender os processos que está vivendo, vai poder aprender mais, corrigir o que for bom pra você e provavelmente “chegar lá” com mais prazer e menos dor. O processo em si é fascinante. Aliás, já reparou que tudo na vida pode ser descrito como um processo? Somos feitos, refeitos e fazemos tudo dentro de processos. Alguns são mais lentos outros nos dão a ilusão de imediatismo, mas na verdade um acontecimento súbito é frequentemente a parte final ou o início de um processo.


Estamos numa sociedade de acesso de informação. Mas isso não é sinônimo de aprendizado, sabedoria ou conhecimento. Acesso à informação é como acesso ao pote de açúcar na sua cozinha. O doce não existe porque você pode pegar o açúcar. Faltam outros ingredientes, falta saber fazer, falta ter habilidade para fazer… ter informação não faz o conhecimento. Falta processo. E ter muita informação exige filtros, seleção e realização.


Também estamos rodeados o tempo todo de excesso de informação. O que muito raramente é sinônimo de bom. No muito é requerido critério. E critério é elemento de formação de qualquer processo. As coisas acontecem (ou devem acontecer) porque determinados critérios existem ou são definidos. Nunca se escreveu tanto, se patenteou tanto, se publicou tanto. Mas a irrelevância é predominante.


Filtrar é uma das capacidade mais exigidas nesse nosso mundo de informação. Não perder tempo com o desnecessário, não incluir o inútil, evitar a ambiguidade, aprimorar a concisão. Não há tempo para tudo. É duro, eu sei. Eu também me interesso por muitas coisas legais, belas, interessantes, mas não dá. Ninguém no mundo tem tempo suficiente para fazer tudo o que deseja, então a saída é “enquadrar” (para ser fotógrafo, um pouco), selecionar, filtrar. Faça um recorte e concentre-se no "tema".


O método científico tem como procedimento básico o recorte do tema. Pra você pesquisar sobre algo, precisa afunilar o tema. Para isso será necessário estudar muitas coisas que orbitam ao redor, mas existe um núcleo específico e nítido que é o objeto do trabalho científico. A vida precisa ser assim também em alguma medida, se você quer ser produtivo e relevante para a sociedade ao seu redor.


Mas antes de mais nada é preciso haver propósito. O propósito está nas conexões que fazemos entre nossos temas e a vida, os assuntos e as pessoas, as coisas e a feitura. Outra tônica do nosso tempo é a conectividade. Mas tudo o que fazemos durante um dia se conecta com um propósito? Ou dispersamos tempo, energia e dinheiro em "pontas soltas"? Se nossos pequenos passos diários nos levam para mais de um caminho, vamos chegar a algum lugar, algum dia? Não conectar todas as ações (ou o máximo delas) à um propósito é a definição cabal da ineficácia e ineficiência. É como ter vários mapas com caminhos traçados e pontos de chegada assinalados e querer chegar em todos eles ao mesmo tempo.


"O inferno é um lugar onde nada se conecta com nada" Vartan Gregorian, citando Dante.


Sendo assim, o propósito é primário. É para ele que minhas metas apontam e existem. E minhas ações diárias, semanais, mensais são passos na direção delas. Cada passo tem sua energia requerida. É preciso alinhamento. É preciso saber que a vida de ninguém é feita de caixas estanques e que todas as áreas se comunicam de alguma forma e se interferem (família, trabalho, finanças, estudos, fé, saúde...).


Para chegar a algum lugar que valha a pena é preciso equilibrar todos esses "pratos" que estão em constante movimento. É preciso reconhecer as suas relações e fazer escolhas. Mas cuidado com o excesso de opções. Ele não parece, mas dificulta o processo diário de escolhas.


Não tenha metas nem métodos se você não tem um propósito.


Finalmente, sugiro que dê uma olhada nesta página

fotografia de, fotografo de, fotógrafo de, casamentos, eventos sociais, festas, retratos, corporativos, gastronomia, arquitetura, e-commerce, Campinas, Valinhos, Vinhedo, Jundiai, Hortolandia, Sumare, Nova Odessa, Americana  

Escola de, curso de fotografia, aula de, aulas de, mentoria, orientação profissional, empreendedorismo, arte, criativos, criatividade

  • LinkedIn
  • instagram
  • Facebook
  • YouTube
  • Twitter
  • pinterest
  • Flickr
  • SoundCloud
  • medium
  • behance

Charbel Chaves Fotografia

Fotografia | Estúdio | Eventos | Cursos | Marketing

Campinas, SP

CNPJ 33.337.161/0001-24