Blog

Conceitos básicos

Lightroom

Negócios

Linguagem

  • Instagram - Cinza Círculo
  • YouTube - círculo cinza
  • Facebook - círculo cinza
  • LinkedIn - círculo cinza
  • Pinterest - círculo cinza
  • Twitter - círculo cinza

Charbel Chaves Fotografia

Fotografia | Estúdio | Eventos | Cursos

Rua Valdemar Bertoldi, 420

Alvorada Parque - Paulínia, SP

+55 (19) 99756-3999

O fotógrafo profissional



Uma pergunta muito frequente aqui na escola é: O que eu preciso ter e/ou fazer para trabalhar com fotografia profissionalmente?

Entenda primeiramente que fotógrafo profissional é aquele que tira seu sustento financeiro da atividade fotográfica. Ok? Não confundir a palavra "profissional" com "qualidade".Existem amadores excelentes fotógrafos assim como existem profissionais péssimos e vice-versa.

Bem, a resposta depende de duas coisas: orçamento disponível ($$$) e a área de atuação.

Quanto ao $$$, é óbvio que quanto mais dinheiro disponível para iniciar o negócio, melhor. Mas não é sempre necessário um investimento alto. Eu sugiro que, como em qualquer negócio, o aspirante a empresário-fotógrafo, comece de baixo, passo-a-passo, fazendo investimentos gradativos e estabilizando cada etapa antes de partir para a etapa seguinte.

Quanto à área de atuação, existem fatores pessoais em jogo. Algumas pessoas tem mais aptidão para isso ou para aquilo, mas também cada área provê uma remuneração maior ou menor. E para cada uma temos um conjunto de conhecimentos, treinamento e equipamentos necessários para se obter um bom resultado (técnico e financeiro).

Mas, de forma geral, quando uma pessoa me pergunta ö que precisa..." ela está em 80% dos casos pensando em fotografia de ensaios, família e/ou eventos. Esse é um caminho de entrada comum na fotografia. Com o tempo a pessoa pode até desenvolver uma outra linha de trabalho paralela, ou mesmo migrar. Aqui na escola trabalhamos com um leque de 14 áreas diferentes nos cursos. Mas o mais comum é que se comece com a tal da "fotografia social", ou seja, fotografar pessoas, famílias e eventos.

Vamos pensar em 3 frentes para o preparo do fotógrafo entrante na carreira: equipamento, conhecimento e ação empresarial.

Equipamento

Para estudar e fotografar inicialmente você vai precisar de uma câmera, que já vem com uma lente chamada "do kit", que é uma lente de uso geral, geralmente uma 18-55mm ou 18-105mm, nada extraordinária em termos de qualidade, mas que, sabendo usar, faz muito bem o trabalho. Sugiro começar com uma T5i, ou uma 70D, ou ainda se quiser gastar um pouco mais, uma 7D por exemplo. A Canon é uma marca de fácil aquisição no Brasil e fácil revenda. Nada contra outras marcas. Eu trabalhei com Nikon por muitos anos e hoje uso Fuji. Mas comercialmente falando, a Canon está muito presente no Brasil e isso facilita a vida do iniciante.

Outro item que vai lhe ajudar muito é uma lente 50mm f/1.8 ou f/1.4. Essa lente é de longe a melhor relação custo/benefício que há no mercado de lentes. Serve pra muitas situações (retratos, ensaios, produtos, eventos...), entrega uma qualidade muito boa pelo que custa e vai lhe acompanhar por muitos anos.

A diferença de preço que há entre a 50mm f/1.4 e a 50mm f/1.8 condiz com a qualidade óptica e com a qualidade da construção mecânica da lente. A 50mm f/1.4 é bem mais robusta e durável. Não que a 50mm f/1.8 seja ruim, mas a diferença de preço se justifica.

Para trabalhar com fotografia você precisa ter mais de uma bateria para a sua câmera. Já compre uma ou duas extras. O mesmo vale para cartões SD. Não use aqueles cartões micro-SD com adaptador. Compre SDs de boa qualidade, boa marca em boas lojas. Dois cartões de 32Gb são um bom começo. Para saber mais sobre cartões, leia isso.

Um flash! Ah, o flash! É muito comum ouvir, inclusive de profissionais experientes a seguinte frase: "Não gosto de usar flash, adoro luz natural". Eu sempre penso: não gosta ou não sabe usar?! Dominar o flash é fundamental. Não tem conversa. Saber criar a luz que você precisa é garantia de qualidade e segurança no trabalho. O flash, quando bem utilizado é uma arma incrível. Fotos excelentes de eventos sociais, usando o flash adequadamente, transmitirão nitidez, beleza e profissionalismo.

Uma bolsa para transporte é um item também importante. Lower Pro, Logic Case, Manfrotto e Vanguard, são ótimas opções de marca. Mas existem outras, pesquise bem. Veja a bolsa pessoalmente antes de comprar.

Um computador adequado e destinado apenas para editar e tratar as imagens. Um parte de HDs externos para armazenagem e backup. Se você tem dúvidas sobre a configuração deste computador, leia isto.

Conhecimentos

Uma vez um amigo mais experiente me disse quando eu estava começando na fotografia: "Gaste menos em equipamento e mais em conhecimento". Nenhum conselho poderia ter sido melhor. É isso mesmo. Um equipamento básico nas mãos de quem sabe usar, faz fotos incríveis. O contrário não. Então siga essa sequência de estudos:

Técnica básica: você vai dominar seu equipamento, dominar a luz, aprender a compor a cena, criar habilidade e velocidade ao fotografar.

Pós-produção: a foto nunca está pronta na câmera! Toda imagem é beneficiada com uma boa pós-produção. O principal aplicativo/software de edição e tratamento de imagens hoje no mercado é o Lightroom. Existem outros (inclusive bem melhores), mas o LR é o padrão de mercado. Goste ou não dele, aprenda tudo o que puder sobre suas funções e possibilidades.

Iluminação e flash: quando não houver aquela luz natural incrível, faça! Domínio da luz acrescenta estilo, qualidade e consistência ao seu portifólio. E se você pretende montar um pequeno estúdio... isso é mais importante ainda!

Ação empresarial

"Administrar é gerenciar a escassez". Já disse Peter Drucker, o guru da administração moderna. Ninguém tem dinheiro, tempo e energia ilimitados. Então é preciso administrar de forma eficiente. Ou seja, gerar os melhores resultados (leia-se, lucro), com o menor investimento possível. Sei que isso soa um pouco ofensivo para o artista que vive dentro de você. Mas quanto antes você entender e aceitar isso, melhor.

Trabalhar com fotografia é um empreendimento como outro qualquer, mesmo que seja um empreendimento de uma pessoa só, ainda assim é uma empresa. Finanças, marketing, gestão de tempo, atendimento e vendas são matérias do dia-a-dia de qualquer negócio. Não menospreze essas habilidades. Isso pode inviabilizar completamente o seu sonho de viver do que você ama.

É comum encontrar ótimo fotógrafos que não estão decolando na carreira por que não tem um plano de marketing definido, não tem uma estratégia de portifólio, não conhecem seu público, não atendem corretamente, não estão formalizados, não tem contrato, não sabem precificar seu trabalho... enfim, tudo o que qualquer empresário precisa saber! Não há atalhos pra isso!

Guarde isso: quem fotografa melhor (tecnicamente falando) não é necessariamente quem ganha mais dinheiro com a fotografia. É preciso pensar e agir como um gestor.