Lentes narrativas


Esse título é só uma isca pra você ficar curioso e ler este post. Rsrs. Mesmo porque a lente não narra nada, quem narra é a fotografia concebida pelo autor para isso. Mas o assunto que quero trazer não está dissociado da ideia do título. Quero falar sobre o uso das lentes grande angulares, ou seja abaixo de 40mm (no padrão de sensor 36mm x 24mm, o chamado full frame), especialmente entre 24mm e 35mm.

As grande-angulares possuem algumas características muito úteis para quem quer fotografar na rua, documentários, viagens...situações onde contar uma história é importante.

Quando colocamos o nosso assunto em primeiro plano, eventualmente próximo à câmera com uma grande angular, temos uma imagem que dá um bom destaque a esse primeiro plano, sem deixar de abranger o ambiente ao redor. A ideia é destacar o assunto principal e apresentar também o seu contexto, o ambiente. Isso colabora muito para o entendimento da cena.

Quase todas as grande-angulares tendem a ter mais distorções, geométricas e de cor, especialmente nas suas bordas e com aberturas grandes, então é uma boa atitude colocar o assunto de primeiro plano mais ao centro. Mas isso não é de forma alguma, uma obrigação, apenas minimiza as distorções sobre o assunto principal. Nem sempre a distorção é indesejada, ou mesmo facilmente visível. Ela também pode criar uma "personalidade" visual.

Uma outra característica das grande-angulares é ter uma boa profundidade de campo mesmo com aberturas grandes. Lembrando, a profundidade de campo aumenta conforme diminui a distância focal. Por exemplo: uma lente 24mm em f/4 e a 2m do assunto, gera uma profundidade de campo de 1,1m. Uma lente 35mm em f/4 à mesma distância do assunto, gera 50cm de profundidade de campo. Para mais detalhes sobre isso, veja este post.

Como você já deve saber as grande-angulares também alteram a perspectiva da imagem. Os elementos da cena que estão em segundo plano parecem cada vez mais distantes na fotografia conforme a distância focal diminui.

Um detalhe importante para quem usa câmeras APS (cropadas), é considerar o fator de corte do sensor. Na minha câmera (Fuji XT-2), uma lente 35mm entrega um ângulo de visão equivalente à uma lente 50mm com sensor Full Frame. Então, para que eu tenha o ângulo de visão de uma 35mm eu teria que usar uma lente 23mm, mas as características de perspectiva da lente seriam as da 23mm.

Enfim, grande-angulares, nesta faixa dos 24mm a 35mm, proporcionam uma agradável inclusão do ambiente, colaborando para a narrativa da imagem. Além disso adicionam uma boa profundidade de campo, o que também é desejável em situações de fotografia de rua, documentários e viagens.

As lentes fixas de 24mm e 35mm não são volumosas, o que também é muito útil para quem quer passar mais desapercebido na rua. Se você gosta desse tipo de imagem, uma lente 24mm, 28mm ou 35mm deve ter lugar garantido na sua mochila.


Lente Fujinon 35mm f/1.4


Lente Fujinon 16-55mm f/2.8, em 24mm


Lente Fujinon 10-24mm f/4, em 14mm


fotografia de, fotografo de, fotógrafo de, casamentos, eventos sociais, festas, retratos, corporativos, gastronomia, arquitetura, e-commerce, Campinas, Valinhos, Vinhedo, Jundiai, Hortolandia, Sumare, Nova Odessa, Americana  

Escola de, curso de fotografia, aula de, aulas de, mentoria, orientação profissional, empreendedorismo, arte, criativos, criatividade

  • LinkedIn
  • instagram
  • Facebook
  • YouTube
  • Twitter
  • pinterest
  • Flickr
  • SoundCloud
  • medium
  • behance

Charbel Chaves Fotografia

Fotografia | Estúdio | Eventos | Cursos | Marketing

Campinas, SP

CNPJ 33.337.161/0001-24