Blog

Conceitos básicos

Lightroom

Negócios

Linguagem

  • Instagram - Cinza Círculo
  • YouTube - círculo cinza
  • Facebook - círculo cinza
  • LinkedIn - círculo cinza
  • Pinterest - círculo cinza
  • Twitter - círculo cinza

Charbel Chaves Fotografia

Fotografia | Estúdio | Eventos | Cursos

Rua Valdemar Bertoldi, 420

Alvorada Parque - Paulínia, SP

+55 (19) 99756-3999

Com outros olhos


Uma das coisas mais importantes na formação de um fotógrafo, é desenvolver a visão. A maneira como vemos o mundo ao nosso redor. Aliás, isso é o centro do "ser fotógrafo". Mas é curioso como a maioria dos aspirantes à fotógrafo gasta mais tempo, dinheiro e energia com equipamentos do que com o desenvolvimento de sua visão fotográfica.

Existem várias maneiras de desenvolvermos nosso olhar analítico, estético e narrativo. Uma delas é conhecendo a visão de outros. É ver com os olhos de outros.

Quando olhamos o portifólio de um grande fotógrafo olhamos para o tema retratado, mas também para um tempo e local. A fotografia é parte de uma conjuntura. É parte de um universo que já não existe mais. As vezes já não existe, segundos após o registro. Olhando para as fotografias que alguém capturou, também é possível olhar para esse alguém. A fotografia aponta para seu autor. Ela conta algo sobre ele, sobre sua visão, suas escolhas, seus filtros pessoais, suas inquietações. Ela carrega parte do auto em si. É como se a câmera fotografasse para frente e para trás ao mesmo tempo. Ela, de alguma forma, fotografa além do que a lente vê.

Mas não somente conhecer a visão de outros é importante mas também, sempre que possível, conhecer o que formou essa visão, conhecendo a biografia do fotógrafo em questão. Quais foram os fatores que influenciaram essa visão? Quem é esse fotógrafo? Quais suas influências, artísticas, políticas, sociais, religiosas, pessoais? Em qual cultura ele está inserido? Esse tipo de pergunta nos leva a olharmos pra nós mesmos e descobrirmos em que caminho estamos e quais as possibilidades que temos pela frente sabendo o que tem nos influenciado e formado como pessoas e profissionais.

Quero indicar aqui um livro excelente para inspirar e ampliar a nossa visão. Ele mostra de forma bem organizada, por categorias e com detalhes muito interessantes a obra de 100 grandes nomes da fotografia. Existem muitos outros bons livros nesta linha. Mas este é um dos meus favoritos.

Sugiro que você use esse livro como um ponto de partida. Você vai conhecer várias técnicas criativas muito interessantes e úteis e pode partir para uma jornada de exploração do portifólio de cada autor com maior profundidade na medida em que se sentir atraído pela sua visão. Construa um percurso seu.


As pessoas passam pelo mundo e sempre deixam marcas. Mesmo que dentro de um círculo pequeno de influência. Profissionais excelentes geralmente tem um círculo de influência um pouco mais alargado. Mas, feliz ou infelizmente, eu não sei ao certo, a pessoa passa e obra fica. A obra pode continuar sua ação. Deveríamos ter mais consciência disso. Nossa dedicação à construção da obra deveria ser maior e mais cuidadosa do que a nossa dedicação à construção da nossa imagem pessoal.

Apesar de serem coisas bem diferentes, estão conectadas. Mas saber que a grande maioria de nós seremos esquecidos é um alerta para que nossa obra seja relevante, inspiradora e consistente por mais tempo que nós mesmos.